O Essencial sobre o Sedutor Kir Royal

kir royal

Não sou muito fã de drinques com vinho. Pior ainda com espumantes/champagne. Tanto um quanto outro penso que põe a perder o trabalho de mais dois ou mais anos se contar o vinho desde a videira até a comercialização.

Ou o vinho/espumante são bons e não valem a pena deitar fora com os drinques ou não são do agrado e aí não valem para cozinhar ou para elaborar as misturas para os drinques.

Mas, entretanto, há duas combinações que penso ser especiais. E valem a quebra das regras, tanto pela história quanto pela combinação. São eles o Bellini e o Kir Royal.

Continuar lendo