O Valor da Amizade e do Vinho

dscn07521

O melhor amigo do vinho é a amizade. Assim como a felicidade o vinho só é completo se compartilhado.

Um amigo muito especial, José Francisco de Assis Polonini, cujo coração é tão grande quanto o nome, me envia este vinho, o Tabocas Cabernet Sauvignon 2014 e pede que eu passe minhas impressões sobre ele.

Teu pedido é uma ordem Polonini e desde já agradeço o regalo.

O vinho que eu gosto como este Tabocas, para ser produzido precisa: De um louco para cuidar da videira, um sábio para a legislação, um artista para vinificar, amantes para bebê-lo e os poetas para descrevê-lo.

Um dos melhores prazeres que tenho é ser surpreendido por um vinho, como este. Cada garrafa de vinho elaborada com amor e paixão como o Tabocas nos trás, tal qual a garrafa dos náufragos uma mensagem que viaja pelos sete mares.

Continuar lendo

Anúncios

Cabernet Sauvignon 2011 Vinícola Batalha – A confirmação do terroir da Campanha Gaúcha

dscn07381

Sempre digo: Gosto, aprecio, recomendo e vendo vinho, não commodities. Mais do mesmo, não. Para isto basta ir no supermercado mais perto. Ali temos, no geral, aqueles vinhos estilo, bebeu um bebeu todos.

Outro grande prazer que tenho com o vinho é ser surpreendido por ele. Não há prazer maior que abrir uma garrafa e ter a sublime sensação do diferente e prazeroso.

Por terceiro gosto de comprar vinhos da minha terra, da minha gente, vinhos do Brasil. Afastando o pensamento do grande Nelson Rodrigues que vaticinou o complexo de vira-latas de muitos de nós. Sempre a elogiar o vinho de outras terras. Claro, não vou negar, há locais mágicos e, porque não dizer míticos para o vinho, como Douro, Piemonte, Borgonha, Bordeaux e por aí vamos. Com estes terroirs não podemos nada falar, mas sim tê-los como norte como padrão de qualidade para as uvas que tanto amamos.

Continuar lendo

4 Dicas para Escolher o Seu Vinho

escolher-um-vinho

Faz curso de vinho. Lê blog e revistas de vinhos. Ouve e conversa com amigos sobre os vinhos. Participa de várias rodadas de degustações. Entretanto, na hora que entra em alguma loja especializada ou no supermercado, pah encontra aquele oceano de vinhos e logo se perde.

Pior são promoções em cima de promoções. Garrafas, rótulos, uvas e as mais variadas regiões vitícolas do mundo o que só vem a causar mais confusão ainda.

Vou ajudar usando técnicas que eu mesmo apliquei e que deram certo. Nestas próximas publicações vai uma série de dicas de como se entender em meio a tantas e variadas opções e preços. 

Continuar lendo

Merlot Alto das Figueiras 2011 – Alma Paixão e Prazer

dscn07371

Sempre me perguntam qual a uva que prefiro, se vinho branco ou tinto (esquecem) que tem o rose, os fortificados os espumantes e os vinhos de sobremesa.

Não me preocupo com uvas, países ou estilo de vinho quando penso no vinho que eu gosto. Eu penso sempre em quem fez o vinho. De onde vieram as uvas. Se elas estão adaptadas ao terroir. E, principalmente, qual a proposta do enólogo e do produtor do vinho.

Me interessam aqueles vinhos cujas uvas respeitam o terroir. Uvas que tenham sido colhidas no melhor equilíbrio possível. E, por fim, vinhos feitos com alma e paixão.

Os grandes vinhos, para mim, são aqueles que “converso” com os seus criadores quando abro a garrafa. Assim o é com este incrível Merlot 2011. Aliás, Merlot que venho acompanhando desde 2009 como veremos.

Agora um pouco mais do produtor, terroir, uva e deste vinho.

Continuar lendo

Descubra os Vinhos com Alma, Personalidade e Paixão

DSCN0720[1]

Temos vinhos dos mais variados países, desde os tradicionais até os que estão a debutar. Temos, também,  locais  para compra de vinhos, desde os isentos e enormes supermercados até lojas especializadas, passando pela compra on line. Até o que eu estou a propor, um atendimento personalizado para saber qual o estilo de vinho que você prefere.

Estilos de vinhos? Os mais variados possíveis. Desde os espumantes, passando pelos frisantes, chegando nos de sobremesa (dessert wines) até os licorosos/fortificados, brancos, roses e tintos. Cada um deles, independente do país de origem dividem-se em brancos refrescantes (leia), brancos frutados (leia) até brancos aromáticos (leia). Os roses em refrescantes e encorpados. Os tintos em Frutados (leia), Sedosos (leia) e Encorpados (leia).

Por fim, temos os vinhos “normais” os orgânicos, bio dinâmicos e naturais. (leia). Só não temos espaço para o preconceito.

VINHOS ORGÂNICOS, BIO DINÂMICOS E NATURAIS

Eu, editor do alemdovinho, com mais de 30 anos de estrada, como qualquer um de nós, tem um vinho que agrada mais do que outros.

Querem saber?

Continuar lendo

O Melhor Amigo do Vinho

amigos-no-vinho

Sou um enófilo, portanto, um amigo do vinho. Mas podes ficar certo, sem a tua amizade não existe vinho. Ele contigo cresce, revigora, melhora defeitos e ganha singularidade.

Pense que o vinho é, junto com a culinária e a música, a expressão de um povo. Pensou em bacalhau, pensou em Portugal. Pensou em Fado, pensou em Portugal. Pensou em vinho do Porto, pensou em Portugal.

Por isto digo que nosso carinho com o vinho deve ir além de guardá-lo com cuidado. Deve ser abri-lo na hora certa. Combinação com a culinária certa, mas, principalmente entendê-lo.

Continuar lendo