Espanha 5 Dicas Imperdíveis Para Conhecer

ESPANHA PRIORAT

Espanha. O terceiro maior produtor de vinhos. Várias culturas, múltiplas expressões gastronômicas e estilos de vinhos. Desde os mais conhecidos com a uva Mestra, a Tempranillo  até os menos divulgados e entendidos como os vinhos de Jerez de La Frontera.

Para ter um panorama da Espanha vitícola destaquei cinco sítios que devem ser visitadas com toda a calma possível para quem deseja apreciar a boa mesa e o bom vinho.

Vamos a eles? 

Continuar lendo

4 Dicas na Espanha para os Amantes de Vinho

ESPANHA PRIORAT

A Espanha, terceiro maior produtor de vinhos no planeta. Há para todos os bolsos, estilos e uvas, a escolher. 

O país é uma colcha de retalhos quando falamos de culturas e dos povos que a formam. Desde os fenícios, passando pelos mouros, ao bárbaros e os Bascos. Cada qual deixou sua cultura vitivinícola, até mesmo os mouros durante certo tempo a permitiram.

Estas várias culturas refletem, imediatamente, no seu modo de viver, aí incluindo o vinho, bebida nacional, na gastronomia e na arte. No vinho temos desde o estilo clássico de Rioja, fronteira ao nordeste com o país Basco até os menos divulgados Jerez de La Frontera, na Andalucia, extremo sudoeste do país.

Destaquei cinco sítios que devem ser visitadas com toda a calma possível para apreciar a boa mesa e o bom vinho.

Continuar lendo

Rioja. Na verdade três Riojas

ESPANHA RIOJA.

Rioja, uma antiga Denominação de Origem da Espanha. Cortada pelo rio Ebro, mais ao nordeste de Ribeira Del Duero também recebeu fortíssima influência dos Romanos e suas tecnologias de engenharia, vinificação e desenvolvimento para a época. Depois os Monges enólogos trataram de desenvolver e aprimorar o terroir, os vinhedos e os métodos de vinificação.

Por fim a crise da Filoxera, aquele inseto minúsculo que nasce, cresce e se alimenta das raízes da videira matando-a. Trazida pelas mudas de videira americana, como a Bordô, Niágara e outras. Devastou vinhedos na Europa. Ao final descobriu-se que estas videiras americanas são imunes ao pulgão. Hoje servem de base as uvas viníferas plantas pelo sistema de enxertia.

Mas, antes da solução pôs em desespero afamados produtores da França e Itália. Os franceses vieram se abastecer de mosto, uvas e vinho na Espanha, isto quando não exportou enólogos competentes que deram outro impulso a cultura do vinho em Rioja.

Continuar lendo

Sua Excelência – Rioja

ESPANHA RIOJA BAJA 1

Rioja, uma antiga Denominação de Origem da Espanha. Cortada pelo rio Ebro, mais ao nordeste de Ribeira Del Duero também recebeu fortíssima influência dos Romanos e suas tecnologias de engenharia, vinificação e desenvolvimento para a época. Depois os Monges enólogos trataram de desenvolver e aprimorar o terroir, os vinhedos e os métodos de vinificação.

Por fim, a crise da Filoxera, aquele inseto minúsculo que nasce, cresce e se alimenta das raízes da videira matando-a. Trazida pelas mudas de videira americana, como a Bordô, Niágara e outras. Devastou vinhedos na Europa. Ao final descobriu-se que estas videiras americanas são imunes ao pulgão. Hoje servem de base para as uvas viníferas plantadas pelo sistema de enxertia.

Mas, antes da solução pôs em desespero afamados produtores da França e Itália. Os franceses vieram se abastecer de mosto, uvas e vinho na Espanha, isto quando não exportou enólogos competentes que deram outro impulso a cultura do vinho em Rioja.

Continuar lendo

ESPANHA EM DOIS ATOS

ESPANHA JEREZ

Esta é a uva Palomino fundamental para o vinho de Jerez de La Frontera. Um peculiar estilo de vinho muito apreciado no calor do sul da Espanha. 

Mas falar da Espanha em termos de vinho é falar do país que tem a maior área de vinhedos. É falar de um país que desde a sua origem está ligado ao vinho. É falar dos mais diferentes estilos de vinhos, desde os tintos Com muito tempo de barricas, passando por brancos refrescantes, as Cavas e os vinhos generosos de Jerez.

Os Fenícios iniciaram as primeiras plantações na, hoje Cádiz e Xerex, chamada atualmente de Jerez. O clima quente propicia a amadurecimento das uvas com bastante graduação alcoólica nos trazendo os vinhos generosos ao estilo Porto. Vinhos que enfrentavam viagens longas.

Continuar lendo