Saiba Um Pouco Mais da Cava – O Espumante Espanhol


espanha-cava-1

Região alta e montanhosa, sol na medida para a maturação dos frutos e frio a noite. Condições ideais para a produção de uvas a serem vinificadas para a elaboração do Cava, o espumante espanhol. Estas videiras estão em Penèdes, Catalunha, Espanha.

Cava, além de um estilo de espumante é uma história de sucesso. Este lindo vinhedo com a pequena cidade de Vilafranca del Penedès na região da Catalunha perto de Barcelona (50 Km) e numa altura média de 200 metros junto com outros da região é responsável por uma história de sucesso.

Tem início quando Joseph Raventós y Codorniu iniciou o processo de produção das Cavas perto de 1880. O Cava (adega subterranea) feito somente pelo método tradicional, isto é, segunda fermentação na garrafa.

É um vinho que caiu nas graças Reais da Espanha e assim como os Champagnes eram e são figuras imprescindíveis as grandes festas.

A Denominação de Origem de Penedès está na Catalunha entre Barcelona e Tarragona. Território entre o mar e as montanhas.

MAR_p100-103 travel cava.indd

A Cava este vinho espumante tem alguns segredos que o tornam um grande sucesso de vendas com um excepcional equilíbrio entre qualidade, quantidade e preço.

A Catalunha é uma região montanhosa tendo Barcelona como capital e cidade portuária. Como se fosse um anfiteatro vamos subindo até o pico máximo de 3.143 metros quase nos Pirineus.

Nesta subida há duas cordilheiras que nos interessam a Costeira e a Prelitoral. Nelas estão as três sub-regiões de Penedès e seus microclimas. O clima de Penedès é Mediterrâneo com invernos moderados e verões quentes com grande diferença de temperatura entre dia e noite.

A Denominação de Origem tem três sub-regiões bem distintas com marcadas diferenças climáticas entre elas o que nos traz belos microclimas.

PENEDÈS SUPERIOR: A Penedès Superior fica na parte alta deste anfiteatro. Região mais fria, vinhedos plantados em alturas que variam de 500 a 800 metros. Uvas mais ácidas e com menos concentração de açúcares. Também produz vinhos brancos tranquilos.

PENEDÈS MARÍTIMO: Penedès Marítimo fica na parte mais próxima do Mediterrâneo. Área quente produz uvas com mais concentração de álcool, açúcares e corpo. Vinhos tintos saem daqui.

PENEDÈS MÉDIA: Penedès Média uma região que possui um pouco de cada.

UVAS DO CAVA 

Quanto às uvas que compõem o Cava, há um trio presente,  Xarlel-lo, Macabeo e Parellada. Hoje há vários Cavas que tem na sua formação a Chardonnay que torna o vinho mais elegante e encorpado.

XAREL-LO

uva-xarel-lo

A grande uva de Penedès. Perfeitamente adaptada. Ímpar é a expressão máxima do  terroir. Uva resistente aos rigores do clima. Às vezes seco demais, as vezes quente demais. Os vinhos brancos tranquilos elaborados com esta uva podem ser jovens e são agradáveis de bom corpo, acidez correta frutados e aromáticos.

Temos os vinhos de guarda elaborados com esta casta branca. Neste caso são encorpados e marcadamente minerais. Podem ser fermentados em barricas sobre suas leveduras. Também usadas na composição dos Cavas, onde ganha o destaque de uva principal. Junto com a Macabeo e a Parle-lo.

MACABEO

A Macabeo, também chamada no norte da Espanha de Viura como é altamente produtiva e de sabor e aromas neutros traz ao Cava o volume necessário para a alta produção destes vinhos.

PARLE-LO 

A Parle-lo faz as vezes da Chardonnay conferindo ao Cava textura, cremosidade e untuosidade.

UVAS TINTAS

As tintas  nos trazem os Cavas roses elaborados com a  Garnacha, Monastrell e Tempranillo.

O ESTILO CAVA

Resultado final? Um espumante de cor amarelo-limão, aromas cítricos e na boca refrescante e jovem como deve ser. Sua harmonização, assim como o do Champagne é bastante ampla, mas muito bem vinda com frutos do mar, peixes leves e saladas.

Estes são os grandes segredos da Cava, mas o principal mesmo é ser um grande espumante vendido a um terço do que custam os Champagnes e sem perder a qualidade.

Nada como o Mediterrâneo a vista apreciando um Cava na voz de Buika.

 

 

Catalunha, política a parte, é um país dentro da Espanha. Com língua, costumes e cultura própria é uma região fascinante. Ali nasceram ou viveram Miró, Salvador Dali e Gaudí, querem mais? Barcelona é uma cidade incrível, onde encontramos várias obras destes gênios.

Voltando ao assunto da Cava este vinho espumante tem alguns segredos que o tornam um grande sucesso de vendas com um excepcional equilíbrio entre qualidade, quantidade e preço.

A HISTÓRIA

Tem início quando Joseph Raventós y Codorniu, este sobrenome lembra algo, não? Iniciou o processo de produção das Cavas no perto de 1880. O Cava (adega subterrânea) dizem que é feito somente pelo método tradicional, isto é, segunda fermentação na garrafa, o que eu não acredito. É muito difícil ser economicamente viável a produção de um espumante pelo método tradicional a ser vendido por R$ 30,00 aqui no Brasil mesmo com todos os impostos de importação, frete e lucros dos lojistas exportadores e importadores.

Seguramente os grandes Cavas, vendidos aqui por preços razoáveis como o Raventós y Raventós, Segura Viuda, entre outros são produzidos pelo método tradicional.

Por certo é um vinho que caiu nas graças Reais da Espanha e assim como os Champagnes eram e são figuras imprescindíveis as grandes festas.

Penedès, de onde saem a esmagadora maioria dos Cavas fica perto de Barcelona e do mar de onde recebe o frescor necessário para a lenta maturação das uvas. Região de altura média de 200 metros e protegida dos frios ventos do norte pela cadeia de montanhas do Monteserrat e seu famoso Monastério.

Quanto às uvas que compõem o Cava, há um trio presente, Xarlel-lo, Macabeo e Parellada. Hoje há vários Cavas que tem na sua formação a Chardonnay que torna o vinho mais elegante e encorpado.

AS UVAS

A Xarel-lo traz ao Cava complexidade de aromas. A Macabeo, também chamada no norte da Espanha de Viura quando em produção alta tem  de sabor e aromas neutros trazendo ao Cava o volume necessário para a alta produção destes vinhos. A Parellada faz às vezes da Chardonnay conferindo ao Cava textura, cremosidade e untuosidade.

Resultado final? Um espumante de cor amarelo-limão, aromas cítricos e na boca refrescante e jovem como deve ser. Sua harmonização, assim como o do Champagne é bastante ampla, mas muito bem vinda com frutos do mar, peixes leves e saladas.

Estes são os grandes segredos da Cava, mas o principal mesmo é ser um grande espumante vendido a um terço do que custam os Champagnes e sem perder a qualidade.

Mas, cuidado, há Cavas nos mais variados preços e qualidades. O nome por si só nada garante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s