4 Dicas para Escolher o Seu Vinho


escolher-um-vinho

Faz curso de vinho. Lê blog e revistas de vinhos. Ouve e conversa com amigos sobre os vinhos. Participa de várias rodadas de degustações. Entretanto, na hora que entra em alguma loja especializada ou no supermercado, pah encontra aquele oceano de vinhos e logo se perde.

Pior são promoções em cima de promoções. Garrafas, rótulos, uvas e as mais variadas regiões vitícolas do mundo o que só vem a causar mais confusão ainda.

Vou ajudar usando técnicas que eu mesmo apliquei e que deram certo. Nestas próximas publicações vai uma série de dicas de como se entender em meio a tantas e variadas opções e preços. 

Em primeiro lugar se ajude  e auxilie o sommelier ou o funcionário especializado que está a sua frente. Não diga quero um bom vinho. Todos os vinhos que estão ali é para serem bons.

Comece por uma uva do coração. Todos nós temos aquela de preferência. Todos nós temos aquele vinhos que independente do preço nos agrada mais.

Algumas regras básicas podem ser seguidas.

VINHO NÃO SE ESCOLHE SÓ PELO PREÇO

Primeira regra. O entendimento de um vinho não passa por dinheiro. Não preciso ser, necessariamente, rico para conhecer de vinho. Assim como não se aprende a dirigir um auto, necessariamente, por um auto de luxo. Para entender de vinho precisamos de sensibilidade, paciência, estudo e perseverança. O fundamental é entender o que está a sua frente. Para isto é fundamental saber o que você quer do vinho.

NÃO SE BEBE VINHO PELA BOCA DOS OUTROS

Segunda regra de ouro. Um dos maiores problemas que vejo são as pessoas que ficam altamente influenciadas pelo que disse este ou aquele crítico, sommelier ou enófilo sobre este ou aquele vinho. As vezes descrevem maravilhas em geral de vinhos bem caros. Quando o consumidor vai comprar muitas vezes a decepção vem a galope e é diretamente proporcional ao preço pago por ele.

Entendam, de uma vez por todas. Vinho é prazer. O que te dá prazer pode não dar a quem está do teu lado. Claro o horizonte de prazer pode ser aumentado pela experiência de vários vinhos.

Cada qual de nós tem sua experiência olfativa e  gustativa própria. Uma das magias do vinho é exatamente esta de nos fazer lembrar de tantos momentos prazerosos de nossas vidas. Agora, cada qual tem o seu.  

PENSE NO QUE PRETENDE COM O VINHO

Regra número três. Para o que quer este ou aquele vinho? Vai fazer uma refeição com amigos? Vai beber sozinho? E para se refrescar? É para meditar? Cada estilo de vinho tem um propósito e uma ou mais uvas a darem o seu DNA para este vinho.

PENSE NA UVA DE PREFERÊNCIA

Para quem está a iniciar e esta estrada do vinho tem tantas bifurcações, perder-se é fácil. Pense numa uva que goste muito. Por exemplo a Merlot. Pronto. Leia tudo que puder sobre ela. De onde veio? Qual o melhor terroir? Quais os tipos de vinificação? Vá e estude, não há outra maneira. na próxima publicações detalhes para conhecer melhor sua uva de preferência. 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s