A Primeira Vez No Vinho – Parte 03 – O Sensorial do Vinho


AROMAS SYRAH

O vinho é antes de tudo uma bebida sensorial. Creio que não há nenhuma que se iguale ao vinho. Ele evoca lembranças sensoriais das mais antigas. E cada um de nós tem a sua. Esta é uma das razões de que a frente de um vinho cada qual tem uma sensação diferente.

Entretanto, importante destacar que não há nenhuma regra fixa e imutável para compreender o vinho.

Nesta publicação vou apresentar as três análises clássicas do vinho. A Visual, a Olfativa e a Gustativa. 

Vamos entrar nesta viagem? 

DA ANÁLISE VISUAL

A primeira das análises é a visual. Certo que ao abrirmos um vinho e o deitarmos na taça vamos compreender a sua cor e suas mensagens.

Temos três cores básicas no vinho: Tinto (vermelho), Branco (amarelo) e o Rose. Mas temos várias tonalidades de cada uma delas. Cada tonalidade nos traz uma mensagem. A mais desprezada das percepções e a que menos subjetividade tem.

Para ler com mais calma recomendo estes artigos.

A COR DE UM VINHO E SUAS MENSAGENS 

DICAS PARA ENTENDER A COR DO SEU VINHO 

DE ONDE VEM A COR DE SEU VINHO 

DA ANÁLISE OLFATIVA

A próxima análise a ser feita é em relação ao Olfato. Aqui a mais subjetiva de todas. A que mais nos traz as lembranças particulares de cada enófilo e amante do vinho. A mais fantástica de todas e tão importante quanto as outras. Mais uma vez destaco que nos ensinaram a escrever, a ler e a falar. A cheirar, não.

Somamos ao fato de que os alimentos nos últimos séculos já vêm prontos o homem, como espécie, utilizou cada vez menos do olfato até que este sensorial ficou relegado a segundo plano. Ouvimos e vemos muito melhor do que cheiramos, isto é fato. Contudo, podemos dia-a-dia aprimorar este sentido. Gosto de chás e com eles tenho um aprendizado bem legal sobre aromas secos, doces, florais, herbáceos, enfim, o mundo dos aromas.

A leitura abaixo é essencial.

O ESSENCIAL DOS AROMAS DO VINHO 

DA ANÁLISE GUSTATIVA

Aqui alguns pontos são importantes. Se nós seguirmos a cartilha sobre os gosto dos vinhos vamos sempre cair naquela conhecida figura da língua, onde em cada região temos a sensação do amargo, doce, ácido, salgado e o umami que é uma espécie de todos misturados.

E pronto estaria completo o artigo, de resto seria espichar aquilo que já está dito.

Mas vem a pergunta. Como sentimos tantos gostos se apenas estes cinco são os que percebemos? Quer saber? Leia a publicação abaixo.

DICAS PARA CONHECER OS SABORES DO VINHOS

De resto, amigos é praticar sempre e quase diariamente abrindo vinhos, cheirando frutas, ervas, chás, enfim, vamos ampliar nosso mundo olfativo/gustativo.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s