O Essencial sobre o Sedutor Kir Royal


kir royal

Não sou muito fã de drinques com vinho. Pior ainda com espumantes/champagne. Tanto um quanto outro penso que põe a perder o trabalho de mais dois ou mais anos se contar o vinho desde a videira até a comercialização.

Ou o vinho/espumante são bons e não valem a pena deitar fora com os drinques ou não são do agrado e aí não valem para cozinhar ou para elaborar as misturas para os drinques.

Mas, entretanto, há duas combinações que penso ser especiais. E valem a quebra das regras, tanto pela história quanto pela combinação. São eles o Bellini e o Kir Royal.

O Kir Royal vamos falar com mais vagar.

O BELLINI JÁ FALAMOS AQUI 

O Kir Royal é uma mágica combinação de um espumante de qualidade, de preferência brut ou mais seco, como extra-brut ou nature e uma dose de creme de cassis. A ver a história. Além da qualidade do espumante/champagne a ser combinado outra grande contribuição é a groselha preta chamada Cassis que nada tem a ver com a cidade provençal de nome igual. Cassis é um arbusto originário da Europa do Norte. Seus frutos são consumidos in natura ou na elaboração de geleias e licor.

No caso este é que nos interessa. Licor de Cassis. De cor vermelho escuro, sabor agridoce e especial para o casamento com o espumante. É super indicado para quem gosta de espumantes mas ainda têm um certo receio da “secura” ou falta de açúcar residual em muitos deles. De um modo geral pedem e consomem espumantes mais doces que muitas vezes não tem qualidade adequada e acabam, muitas vezes, ao final causar desconforto como dor de cabeça.

Assim eu indico a todos esta combinação. Na taça do espumante ponha um quantia a seu prazer de licor de cassis. Além de embelezar a taça como vemos na foto acima, traz uma doçura essencial ao espumantes para aqueles que a apreciam mais docinhas.

Este drinque tem origem na Borgonha onde um jovem cônego de Dijon, chamado Felix Kir (Feliz Kir) juntou o licor ao vinho branco criando o Kir. E ao Crémant da região criando o Kir Royal.

Este drinque eu recomendo a todos que estão a frente de um espumante de qualidade, porém, brut, mas seco (menos açúcar) podem e devem colocar licor de cassis e assim manter a alta qualidade do espumante sem perder, muito pelo contrário, ganhar charme. Música para acompanhar?

Elvis My Way 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s