Onde começa um vinho equilibrado?


idalencio

Muitos pensam que começa na vinícola, mas não é. Um vinho equilibrado, começa aqui, no preparo dos enxertos quando não temos vinhedos antigos e em produção

Lembrando que um vinho equilibrado é aquele que conjuga harmoniosamente o álcool depois a  acidez e taninos (nos tintos e roses), como vimos nas últimas sequências de publicações deste blog. 

No caso, das mãos experientes de Idalêncio Angheben, na artesania do dia-a-dia há muito tempo. Em recente visita a vinícola o vi separando e preparando os enxertos de uma uva um tanto desconhecida por aqui.  A natureza que parecia morta ressuscita como a fênix para nos trazer o vinho de cada dia.

Pois bem, estas uvas são testadas e aprovadas para este ou aquele terroir. O conceito de terroir já vimos, também.

O terroir é o senhor da vinha. Cada uva precisa de determinado solo e condições climáticas para desenvolver seu potencial. Um vegetal que é precisa adaptar-se perfeitamente ao terroir. Como uma samambaia, se trocarmos o lado da parede na casa ela pode morrer.

Escolhida a uva certa vem o trabalho de campo. O perfeito cuidado do agricultor com a planta para que possa cada gema das varetas florar, como abaixo.

 flor da uva

Depois temos que estudar qual o melhor sistema de condução das videiras. Trepadeira que é a videira precisa de apoio para desenvolver-se.

A espaldeira, entre tantas outras.

espaldeira

Aí vem o trabalho das podas, A verde para diminuir a quantidade de folhas para a perfeita insolação e a seca, como em Salta, Argentina.

ARGENTINA SALTA 2

para o preparo das mudas acima e para a melhor adequação do vinhedo à uva e ao estilo de vinho. Com muito carinho temos um vinhedo saudável.

No momento certo a colheita. Aqui a Tempranillo em Rioja, Espanha.

colheita

Vamos depois para os tanques de vinificação.

Aqui entra a mão do enólogo. No Brasil não damos muita importância a este profissional. Não deveria ser assim. Estes profissionais são os responsáveis pela uva desde a origem até a garrafa. Cuidam e prezam para que não cheguem nas suas mãos uvas desequilibradas, estas nos trazem vinhos que vão precisar de correção aí entra a química que eu gosto que seja a mínima possível.

Além disto os enólogos são os responsáveis em compor o quebra-cabeça dos cortes ou blend de uvas para que cada uma traga seu charme e o produto final seja ímpar. Nunca terá outro vinho igual de um blend feito por enólogo experiente.  porque mudam as safras, mudam as uvas.

E, nos varietais, isto é nos vinhos de uma só uva, o cuidado com a localização dos vinhedos, o clima, o solo e, na elaboração do vinho se vai utilizar ou não barricas de carvalho, chip de madeira ou nenhuma madeira.

O enólogo é o artista, o pintor. As tintas são as uvas que mudam a cada safra. 

O importante é que o vinho seja equilibrado, este o segredo de um bom vinho. HARMONIA E EQUILÍBRIO. Entre acidez, álcool e açúcar. Entre a utilização ou não da madeira, entre o blend ou não das uvas. Qual o tempo de descanso nas garrafas antes de sair para as ruas?

Interessante é que mesmo uvas iguais vindas dos mesmos vinhedos, nas mãos de enólogos diferentes teremos vinhos diferentes, algo como a mesma música em estilos distintos.

Estas são algumas razões para eu ficar fascinado nesta bebida.

Sinatra, um clássico. Sid Vicious ao seu modo outro clássico.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s