SUÍÇA PEQUENAS PRODUÇÕES GRANDE QUALIDADE


SUÍÇA COLHEITA

A Suíça possui vinhedos desde os tempos da Roma antiga. Não só possuem vinhedos como várias uvas nativas estão preservadas e, hoje, fazem os vinhos suíços.

Podem não ser vinhos tão famosos, mas servem de base para acompanhamento da culinária local.

Durante séculos os monastérios foram os responsáveis pelo desenvolvimento da viticultura.

Como o país fica entre a Alemanha, França, Itália e Áustria, cada Cantão tem seu terroir adequado às uvas dos países vizinhos.

A Alemanha muito influencia com a Riesling, Pin0t Gris, Pinot Blanc, e, principalmente, a Müller-Thurgeau, que por sinal o Dr Müller iniciou o seu desenvolvimento em laboratório no Cantão de Thurgeau,  perto da Alemanha.

No Cantão que faz fronteira com a França a Pinot Noir, Gamay, Merlot e Chardonnay.

A Suíça planta quase todas as castas europeias mais conhecidas, sejam tintas ou brancas.

Mas o interessante são as castas nativas, sempre elas afinal, só assim poderemos apreciar vinhos diferentes neste mundo globalizado, pena que sua produção seja pequena e quase todo o vinho é consumido por lá.

Um show de uvas nativas: Chasselas, Amigne, Arvine, Marsanne, Cornalim, Gamaret e Rouge Humagne.

As regiões produtoras são um caso a parte. Os vinhedos disputam o título de mais belos do mundo.

As regiões dos vinhedos suíços são em geral a beira dos lagos, como Neuchâtel, La Côte, Lavaux, Chablais, Valau, Tessin e Bründner Herrschaft.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s