GUATAMBU – ESTÂNCIA DO VINHO


SAGA DO VINHO BRASILEIRO GUATAMBU

Pois bem, fui convidado para a inauguração daquela que é a mais moderna vinícola brasileira. Fincada no coração do pampa gaúcho. Um projeto ousado, pensado e realizado.

Uma vinícola que irá mudar o perfil da região.

Me lembrou outro gaúcho pampeano Mário Quintana:

“Se as coisas são inatingíveis, não é motivo para não as querer. Que tristes os caminhos se não fosse a presença mágica das estrelas.”

As estrelas, também, guiaram este projeto. Vinhas jovens como este Chardonnay plantadas na fronteira do Brasil com o Uruguai vai, certamente, mudar o perfil da região.

A Campanha gaúcha é a região em verde no mapa. Quase toda a linha de fronteira com o Uruguai e parte da Argentina. Tão grande é a região, em torno de 600 quilômetros de ponta a ponta,  que já as dividimos em duas. A Campanha oriental, na fronteira com a Argentina e a Campanha propriamente dita.

Região das grandes fazendas, do gaúcho estilizado, aquele que é, por muitos chamado de Centauro dos Pampas. Por falar em pampa esta é uma  região pastoril de planícies com leves ondulações e possui, talvez o melhor pasto do mundo. Espalha-se por parte da Argentina e todo o Uruguai, vejam a foto. E, certamente, dali sai a melhor carne do mundo.

PAMPA

Mas além das pastagens únicas no mundo a Campanha tem um clima muito demarcado, pode-se até considerá-lo um clima continental. Muito frio no inverno e no verão muito sol e calor de dia, a noite refrescando nos locais mais altos. O solo muitas vezes rochoso são ideais para o plantio da uva.

E vamos nos honrar de termos um terroir como o pampa. Penso que tem potencial para ser tão importante quanto a serra gaúcha, a região de Canelones no Uruguai e outras tantas. Somos jovens no estudo deste terroir e temos tudo para evoluir.

Que diga o Tannat desta região, melhor que muito Tannat uruguaio, menos agressivo, mais frutado e agradável.

Mas para que esta ideia torne-se realidade precisamos de empreendedores, conscientes de sua liderança na região, que comece, não só a plantar uvas, mas a vinificar seus vinhos na região, segurando mão de obra local, trazendo os ventos da renovação e, mais, iniciando um novo polo viticultor neste belíssimo terroir.

GUATAMBU ARCOS

Tive o pensamento de que por cada arco destes passou e passarão as gerações desta família Pötter que certamente seguirá adiante os ofícios e ensinamentos recebidos.

Importante destacar que, de novo, que acreditam no potencial do pampa, não só para a agricultura e pecuária, mas, também, para vinhos de qualidade.

Aliás a Guatambu produz espumantes e vinhos tranquilos da melhor qualidade, mas o que me deixa esperançoso é a equipe que tem, o apoio familiar, pela recepção que tivemos TODA A FAMÍLIA está envolvida nesta ideia do vinho.

Me sinto honrado e agradecido com o convite recebido, meu DNA pampeano foi reaceso, tenho raízes familiares fortes na região e fico muito feliz em saber que temos muita estrada e sucesso pela frente. Também estou feliz em saber que mesmo fazendo parte de 0,00001% deste projeto ele está no meu coração e, no que depender de mim estarei sempre advogando a favor dos vinhos da região.

Um terroir que dará muito o que falar.

Além do que já produzem um Tannat de exceção com o charme do pampa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s